Notícias

Curadora do FT 18, Patricia Carneiro traz debates sobre inclusão para o Festival

Inovação social e econômica em temáticas como inclusão, empoderamento e protagonismo negro no Brasil e no estado são alguns dos aspectos que Patricia Carneiro, curadora do Festival da Transformação 2018, pretende trazer o evento. Patricia é formada em Relações Públicas e possui pós-graduação e  Marketing e mestrado em Educação. Atua como Planner e Estrategista de negócios em diversas marcas, tendo passagens por clientes e grandes agências como Matriz, Escala e Competence/Sunbrand.

“Trazer discussões sobre essas temáticas é fundamental para o desenvolvimento econômico e social. Representatividade negra na mídia, no empreendedorismo, no protagonismo econômico e social para reverter a desigualdade racial em um país que é diverso e plural”, destaca Patricia ao explicitar as linhas de sua curadoria para o FT 18.

“O FT é um movimento de inovação e ativação de uma nova consciência para transformar padrões e ampliar discussões que tem impacto econômico e social. Ao colocarmos em pauta temas como inclusão, diversidade, representatividade e empoderamento abrem-se visões  e novas janelas para a transformação do mercado”, explica ao salientar que o Brasil vive um processo de desigualdade pro mais de 130 anos.

Para Patricia, com o advento de novas tecnologias, como as redes sociais, diversos grupos estão ganhando visibilidade. As potencialidades dos novos meios fomentam a expressão de novas vozes e de uma nova geração que está disposta a mudar a situação e os rumos da sociedade. “O FT é um evento que, através da pluralidade e transversalidade, irá estimular a transformação de agentes, mercado para inovação, novas tecnologias e cultura emergente”, exaltou.

Últimas Notícias:

Veja todas as notícias