Notícias

Pesquisador Barry Smith apresentou experiências sensoriais ligadas à alimentação no FT18

Uma das palestras mais aguardadas do FT18 foi ministrada por Barry Smith neste domingo. Diretor do Instituto de Filosofia da Escola de Estudos Avançados da Universidade de Londres, Smith é fundador do Centro para o Estudo dos Sentidos, realizando diversos experimentos sensoriais onde conecta a alimentação aos sentidos. No FT18 ele levou um pouco do que as suas pesquisas ao longo desses anos já identificaram e explicou ao público que a alimentação é uma verdadeira experiência sensorial.

O primeiro mito que Barry Smith desmistificou à plateia foi a de que o paladar é o primeiro sentido utilizado ao se comer. De acordo com ele, na verdade é a visão que se sobressai, agindo como uma condutora de toda a expectativa em relação à comida. Ele explicou que estatisticamente as pessoas preferem comer em um prato branco do que preto, por exemplo.

Barry citou ainda que aquilo que a maioria das pessoas conhece são os cinco sentidos clássicos, mas que na verdade há 22 sentidos que se fundem uns aos outros durante o ato de comer. A memória afetiva também está incluída na experiência alimentar, conforme Smith, que explicou ainda que cada pessoa tem um paladar diferente, ou seja, aquilo que uma gosta pode não ser saboroso para outra. Isso tem relação com as papilas degustativas, que variam de tamanho em cada um.

O pesquisador apresentou ainda diversas pesquisas e experimentos já realizados pelo seu centro. Em uma linguagem simples e apresentando casos distintos, Smith conquistou a plateia do FT18 e deixou inúmeros ensinamentos sensoriais a todos que acompanharam a palestra

Últimas Notícias:

Veja todas as notícias